Eadfox

SEO para WordPress – 10 dicas para gerar mas tráfego

SEO para WordPress – 10 dicas para gerar mas tráfego
5 (100%) 1 voto[s]

Se você busca mais tráfego através do SEO para WordPress, você está no lugar certo!

O SEO, sigla para Search Engine Optimization/Otimização para Motores de Buscas é um conjunto de ações técnicas e estratégicas que faz com que você aumente a probabilidade de rankear bem seu site nos buscadores como Google, Bing, entre outros.

Há tempos o SEO vem sendo uma faceta do Marketing que encanta profissionais das mais variadas áreas, desde o próprio Marketing como profissionais da área de desenvolvimento, por exemplo. Há empresas, inclusive, que contratam profissionais de SEO com único objetivo de melhorarem seu desempenho em atrair tráfego orgânico.

Embora o SEO seja bem amplo, e claro, levando em consideração que 36% de todos os sites do mundo já estão sob a plataforma WordPress, não é nenhum absurdo relacionar SEO com este poderoso CMS (Ainda que não seja uma regra e o SEO seja algo independente).

APRENDA SEO WEBINAR GRATUITO

Quer aumentar em até 10x os acessos do seu site?

Aprenda com o SEO Comprovado como rankear suas páginas nas 3 primeiras posições do Google, sem gastar com anúncios e sem conhecimento técnico:

ASSISTIR WEBINAR GRÁTIS AGORA

Desta forma, resolvemos criar um guia resumido, objetivo e eficaz que possa ajudar você a aumentar consideravelmente seu tráfego orgânico com técnicas, recursos e estratégias de SEO para WordPress.

Preparado para voos maiores? Então continue lendo!

1. Escolha um tema amigável para SEO (SEO Friendly Theme)

Ao buscar uma melhoria no SEO para WordPress, você deve começar pela escolha do tema WordPress do seu site, isso porque o SEO tem um aspecto técnico que envolve a estrutura semântica do seu site bem como recursos corretos que aumentam as chances de você rankear bem nos motores de buscas.

O desenvolvedor, ao construir um tema para WordPress deve se atentar nas premissas básicas de desenvolvimento nos padrões e sobretudo em desenvolver o tema com recursos que possam tornar o tema mais rápido em seu carregamento (falarei disso a seguir).

Deste modo, escolher os melhores temas WordPress Otimizados para SEO fará com que você aumente e muito a probabilidade de estar bem posicionado nos mecanismos de buscas como Google, Bing, Yahoo, entre outros.

2. Cuide da velocidade de carregamento do seu site WordPress

Outro fator que o Google utiliza para rankear bem ou penalizar seu site WordPress é o fator velocidade. Isso mesmo! Quanto mais rápido seu site estiver, maiores são as chances de você rankear bem. Mas entenda que o fator velocidade pode ser influenciado por diversos motivos, dos quais listarei abaixo:

Obs: Para testar  desempenho do seu site, acesse o Google Page Speed e efetue os devidos testes

3. Comprima suas imagens pesadas

Comprima suas imagens pesadas

Imagens pesadas podem fazer com que o carregamento do seu site torne-se muito lento. Usar imagens otimizadas faz com que você consiga otimizar bem seu site. Caso você já tenha um site WordPress com muitas imagens que o Google Page Speed acusou como pesadas e que esteja impactando seus resultados, você pode usar um plugin do WordPress para otimização de imagens chamado Imagify. Você poderá baixar o plugin diretamente da biblioteca de plugins do WordPress ou através deste link.

A versão gratuita do plugin permite que você otimize as imagens já existentes em seu site (e ele faz um backup das originais) e com isso você passa a ter um melhor desempenho visto que as imagens terão um “peso” menor. Ao enviar novas imagens para suas páginas e posts, o plugin otimiza automaticamente de acordo com sua necessidade, já que ele possui 3 níveis de compressão de imagens.

Caso você tenha muitas imagens em seu site, você poderá assinar o plano Premium do plugin que te concede a possibilidade de comprimir um maior volume de imagens.

4. CSS e Javascript minificados

Os arquivos de CSS e Javascript são essenciais para seu site WordPress, uma vez que eles são responsáveis por estilizar e oferecer recursos como efeitos em seu site. Entretanto, como possuem códigos extensos e são basicamente usados em todas as páginas, o processo de carregamento pode fazer com que seu site se torne lento. Por isso, comprimir ou minificar (ou comprimir) esses arquivos pode fazer com que você aumente o desempenho do seu site WordPress e o deixe mais rápido durante o carregamento.

Existem alguns plugins que fazem isso automaticamente para você, mas citamos aqui o plugin WP Super Chache para esta função.

5. Use um plugin de Cache

Use um plugin de Cache

Outro recurso que pode ajudar você a garantir um carregamento mais veloz do seu site é o uso de um bom plugin de cache para WordPress. O próprio plugin WP Super Cache citado no item acima pode ajudar você nesta tarefa, mas existem inúmeros plugins disponíveis. Particularmente, gostamos mais do WP Super Cache pela sua simplicidade e eficiência comparado em testes com outros plugins.

O Cache funciona da seguinte maneira: Todos os arquivos do seu site, como arquivos de imagens, CSS, Javascript e até mesmo todo banco de dados sempre são carregados quando um usuário acessa o seu site. Quando você usa um plugin de cache, o sistema une todos esses arquivos de forma otimizada e sempre que um usuário entrar novamente no seu site, ao invés dele carregar cada arquivo um a um, ele carrega os arquivos que ficam em um repositório de cache, fazendo com que a requisição sobretudo do banco de dados, seja minimizado. Carregar um arquivo de cache ao invés de carregar o arquivo direto do core do WordPress é bem mais rápido e eficaz e por isso o cache é uma das melhores e mais simples opções para fazer com que seu site carregue rápido.

6. Escolha um Tema WordPress veloz

Escolha um Tema WordPress veloz

Outro fator que pode fazer com que seu site carregue rápido é o uso de um tema correto. Assim como no primeiro tópico deste post, o uso correto do tema no quesito velocidade pode ajudar e muito para que seu site seja bem rankeado nos motores de busca, pois como já falado aqui, velocidade é fundamental para este objetivo.

Quando um desenvolvedor cria um tema, há formas e recursos que podem fazer com que o carregamento do site que usa esta tema seja bem veloz e por isso escolher melhores Temas WordPress rápidos o ajudará e muito nesta tarefa.

7. Contrate um bom provedor de hospedagem

A escolha do provedor de hospedagem onde você vai rodar seu site WordPress é fundamental para que seu site tenha um bom desempenho em velocidade de carregamento e por consequência, aumente as chances de rankear bem. Já falei em outras oportunidades e repito: Corra de hosts gratuitos caso você queira rodar um site WordPress já pronto e em produção. Às vezes, o barato pode sair muito caro e você terá que trabalhar muito para conseguir melhorar o desempenho de velocidade do seu site ao ter que migrar de host. Portanto, escolha uma boa empresa para hospedar seu site e se possível leia este artigo aqui onde falamos tudo sobre o WordPress e temos um tópico especial sobre hospedagem de sites WordPress.

8. Não abuse na quantidade de plugins

Pode parecer bobeira, mas o uso em demasia de plugins pode fazer com que o carregamento do seu site fique extremamente lento. Quer fazer um teste? Acesse o Google Page Speed e faça um teste de desempenho com seus plugins ativos. Salve o resultado com um print, desative seus plugins (exceto os plugins de otimização, claro) e refaça o mesmo teste.

Você verá que o resultado de carregamento sem os plugins instalados são bem superiores. Isso ocorre porque cada plugin utiliza um pouco de recurso do seu servidor que pode ir desde carregamento de arquivos como processamento do banco de dados e isso pode fazer com que seu sites WordPress carregue lentamente.

O ideal nesses casos é você use apenas os plugins essenciais e indispensáveis e não instale plugins em demasia.

9. Use o plugin Yoast SEO para WordPress

Use o plugin Yoast SEO para WordPress

O Plugin Yoast SEO é um dos melhores plugins de SEO para WordPress. Ao utilizá-lo, você poderá configurar seus posts para que eles se enquadrem no padrão correto para rankear bem. Ele funciona como uma espécie de pontuador de boas práticas SEO, ou seja, ele possui status para definir o quão seu post ou página está bem estruturado de acordo com as boas práticas SEO. Esses status são definidos com cores (Verde, Amarelo e Vermelho), bem semelhante a um semáforo.

Além do plugin dizer como seu post ou página está, ele ainda pontua o que você precisa melhorar para aumentar as chances de você rankear bem em determinadas palavras-chave.

Mas o plugin não se resume apenas em te ajudar a criar os posts e páginas perfeitas e amigáveis para SEO. Ele ainda te ajuda a configurar as predefinições do OpenGraph que customiza a forma que os usuários compartilham seus posts nas redes sociais, permite configurar as URL’s canônicas, entre diversas outras configurações importantes.

10. Configure seu site no Google Search Console

Configure seu site no Google Search Console

Esta poderia muito bem ser a primeira dica deste post em se tratando de SEO para WordPress, mas preferi deixar por último para fechar com chave de ouro. O Google Search Console é uma ferramenta do Google onde você vai poder mensurar com exatidão o desempenho do tráfego orgânico gerado pelo seu site. Tudo bem, o Google Analytics faz isso, ok? Mas o Google Search Console é muito mais abrangente e o melhor, é especificamente para mensurar e acompanhar o tráfego orgânico.

Através dele você consegue configurar os sitemaps do seu site (e inclusive com ajuda do Yoast SEO). Os sitemaps são arquivos que carregam todo conteúdo do seu site WordPress como Posts, Páginas, Tags, Categorias, Páginas de Autores, etc. Desta forma, você poderá enviar para o banco de dados do Google todas as sua páginas internas para que ele possa indexar o quanto antes. Mas atenção: Indexação é uma coisa. Rankeamento/Posicionamento é outra.

Quando seu site está indexado quer dizer que as páginas do seu site como posts, categorias, páginas de arquivos, etc, estão presentes no banco de dados do Google, mas não quer dizer que elas estejam bem rankeadas/posicionadas.

Ou seja, antes de qualquer coisa é preciso que você idexe suas páginas no Google e o Google Search Console te ajuda nisso. Você pode forçar uma solicitação de indexação ou deixar que o robô do Google faça o rastreamento e atualize a indexação automaticamente e frequentemente.

Também não quer dizer que se você não usar o Google Search Console, você não estará indexado. A indexação é inerente ao uso do Google Search Console, mas usar esta poderosa ferramenta do Google, além de ser extremamente indispensável vai te ajudar e muito a mensurar os resultados de tráfego orgânico e te mostrar erros a serem corrigidos.

No Google Search Console, você pode ter acesso a relatórios incríveis do seu tráfego orgânico, nos quais podemos destacar:

  • Relatório de impressões e cliques
  • Relatório de CTR
  • Relatório de posição
  • Páginas com maior tráfego orgânico
  • Palavras chave de melhor desempenho
  • Tráfego por países e dispositivos
  • Desempenho mobile AMP

Entre diversos outros recursos.

11. Bônus: Use Rich Snippets

Melhores plugins Rich Snippets e Schema para WordPress

Os Rich Snippets são recursos que permitem você adicionar na SERP do Google, resultados customizados. Isso aumenta seu CTR (Click Through Rate) e melhora seu desempenho com tráfego orgânico. Existem diversos tipos de Rich Snippets e inclusive você pode usar plugins de Rich Snippets do WordPress para facilitar isso.

Um dos recursos de Rich Snippets mais comuns é o de avaliações. Eles criam estrelas de avaliações em seus posts ou páginas que funcionam como votos. Os usuários poderão clicar e definir quantas estrelas determinado post merece.

Depois de algum tempo, essas estrelas com as avaliações dos usuários passam a aparecer nos resultados de busca e isso aumente e muito a taxa de clique nos resultados (CTR).

Conclusão sobre SEO para WordPress

Existem diversos outros fatores que podem fazer com que você obtenha melhor posicionamento no Google, Bing, entre outros buscadores ao usar um site WordPress. Há técnicas, estratégias e fatores que não envolvem diretamente o WordPress, mas que também são importantes como uma boa estratégia de link building, por exemplo.

Entretanto, as dicas citadas aqui são fundamentais para que você melhore o desempenho do seu site WordPress e gere mais tráfego orgânico com essas técnicas SEO.

Seguindo essas dicas, certamente você terá um expressivo aumento do tráfego orgânico do seu site WordPress.

Um abraço e até a próxima!

Siga-nos

Siga o Eadfox nas redes sociais e mantenha-se informado sobre novos recursos.

Newsletter

Cadastre seu melhor e-mail para receber conteúdos exclusivos do site.

Obrigado! Seu E-Mail foi cadastrado com sucesso.